Se você é daquelas pessoas que se aventuram na gastronomia, já deve ter percebido que uma pimentinha sempre dá um sabor a mais aos pratos. Mas a variedade de condimentos é tanta que o difícil é saber qual a pimenta certa para cada tipo de receita, não é mesmo?

A primeira coisa que você precisa saber é que pimenta não foi feita para queimar a boca e só. Claro que o ardor é algo natural das pimentas. Mas ela deve ser utilizada para dar mais sabor aos alimentos e, quando ela só queima, acaba mascarando os sabores.

Então, vamos às nossas dicas de como usar as pimentas da melhora maneira!

A pimenta certa para cada prato

Não precisa ter medo de usar pimenta em seus pratos. Ela é como a maior parte dos temperos: basta usar a quantidade certa na hora certa, ou seja, no prato certo. Para isso, leve em consideração o grau de ardência de cada pimenta.

As pimentas mais utilizadas na culinária são as variações da pimenta do reino. Mas conhecendo um pouquinho melhor esse universo, você pode arriscar mais.

Pimenta do reino

Se você não quer errar de jeito nenhum, pode contar com a ajuda da pimenta do reino. Ela vai bem com praticamente tudo. Isso porque ela possui um sabor suave, porém marcante, e é levemente picante.

A pimenta do reino varia de acordo com o tempo de maturação, o que faz com que tenha três possibilidades de usá-la: verde, preta ou branca. A preta é de longe a mais utilizada na gastronomia de todo o mundo. Ela é também a mais versátil, podendo ser utilizada no preparo de carnes, legumes e massas.

A pimenta do reino branca combina mais com pratos claros, como peixe, frango e porco. Já a verde ficou famoso na preparação do prato francês “steak au poivre”, uma carne preparada com a pimenta.

A dica é utilizar a pimenta do reino moída na hora. O ideal é você ter um moedor e comprar a pimenta em grãos.

Pimenta Jalapeño

Vinda diretamente do México, a pimenta jalapeño tem sabor marcante e inconfundível. Ela é bastante calorosa, mas deixa um sabor incrível nos pratos.

É uma pimenta que combina bastante com todos os tipos de carne, podendo ser cozida ou frita juntamente com a carne.

A pimenta jalapeño também cai bem em frutos do mar grelhados e em saladas de folhas verdes e legumes. Além disso, quando defumada, ela se transforma no chamado chipotle (confira as nossas aqui), um molho rico, saboroso e bastante versátil!

Pimenta Caiena

Se o que você procura é muita picância, pode ir fundo na pimenta caiena! Para você ter uma ideia, ela é muito utilizada na culinária indiana — conhecida pelos pratos de forte ardência.

Por isso, ela deve ser utilizada com cautela, sempre em pequenas porções. Acredite, uma pequena porção já dá um sabor incrível aos pratos. Uma maneira interessante de utilizar a pimenta caiena é no preparo de molhos para carnes e massas.

Além de trazer um sabor especial aos pratos, esse tipo de pimenta também é conhecido pelos diversos benefícios à saúde. Ela ajuda na digestão e na prevenção e tratamento de doenças como artrite, dor de estômago e hipertensão.

Pimenta Malagueta

Por ser uma pimenta muito forte e picante, a malagueta é muito utilizada no preparo de outros molhos de pimenta para dar mais sabor. A melhor maneira de utilizá-la é no preparo de molhos para carnes e também para feijoada e acarajés.

Pimenta Dedo de Moça

A pimenta Dedo de Moça é uma das mais populares no Brasil por ser muito versátil. Assim como a pimenta do reino, ela combina com praticamente todos os pratos. A única exceção é a carne suína, que deve passar longe dessa pimenta.

Uma alternativa para deixá-la mais suave é retirar as sementes antes de colocá-la no tempero de carnes, aves, frutos do mar e saladas. Ela é encontrada em diferentes formas: fresca, moída, líquida, desidratada e em conserva.

Gostou das nossas dicas? Pronto utilizar a pimenta certa no prato certo? Assine nossa newsletter e fique por dentro desse universo apimentado!